Pensamento do Dia...

"É legítimo querer que nos amem por quem somos … mas é nossa a responsabilidade de sermos quem somos…fielmente."

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Palavras de amor e saudade...

Devo confessar que não sou muito chegada à poesia...mas algumas não resisto...é o caso da de hoje...quem já não sentiu isso...confesso que ás vezes ainda sinto...mas tudo tem o seu momento, e compreender a vida significa saber que nada poderia ter sido de outra forma.
"Saudade é solidão acompanhada,
É quando o amor ainda não foi embora,
Mas o amado já...
.
Saudade é amar um passado
Que ainda não passou,
É recusar um presente que nos machuca,
É não ver o futuro que nos convida...
.
Saudade é sentir que existe
O que não existe mais... Saudade é o inferno dos que perderam,
É a dor dos que ficaram para trás,
É o gosto de morte na boca dos que continuam...
.
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
Aquela que nunca amou.
E esse é o maior dos sofrimentos: Não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver. O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido."
.
Pablo Neruda
Perante a saudade por certo ficam as palavras, as que foram ditas e as que não...
.
"Se me disseres que me amas, acreditarei, mas se escreveres que me amas, acreditarei ainda mais.
Se me falares da tua saudade, entenderei, mas se escreveres sobre ela, eu a sentirei junto contigo.
Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei, mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor"
...e assim são as palavras escritas: possuem um magnetismo especial, libertam, acalantam, invocam emoções. Elas possuem a capacidade de em poucos minutos cruzar mares, saltar montanhas, atravessar desertos intocáveis. Muitas vezes, infelizmente, perde-se o Autor, mas a mensagem sobrevive ao tempo, atravessando séculos e gerações. Elas marcam um momento que será eternamente revivido por todos aqueles que a lerem. Viva o amor com palavras faladas e escritas, mate saudades, peça perdão, aproxime-se, recupere o tempo perdido, insinue-se, alegre alguém, ofereça um simples "bom dia", faça um carinho especial. Use a palavra a todo instante, de todas as maneiras. Sua força é imensurável. Lembre-se sempre do poder das palavras. Quem escreve constrói um castelo, e quem lê passa a habitá-lo.
.
Silvana Duboc

2 comentários:

Marise Catrine disse...

Essencialma,

Dois belos momentos sobre essa palavra tão tipicamente portuguesa.
Eu sou uma saudosista confessa.
Acho que a saudade tem um lado muito interessante - É sinal que vivemos intensamente alguém ou alguma coisa ;)

Beijos

Joana disse...

Só quem andou "por mares nunca de antes navegados" consegue entendes e descrever numa palavra a abrangência da ausência do que amamos.

Tens um selo no meu blog :P

Beijocas