Pensamento do Dia...

"É legítimo querer que nos amem por quem somos … mas é nossa a responsabilidade de sermos quem somos…fielmente."

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Alma inquieta...

Disseram-me que desde criança pergunto-me quem sou eu, como se soubesse que o que era não podia ser o que as pessoas diziam, que o mundo não era só o que via...porque já trazia esse conhecimento. E ao pensar nisso lembrei-me...quando à noite ficava inquieta por pensar e se morrer...que acontece, ficava cheia de medo do que iria acontecer ao meu corpo fisico...mas depois lembro-me de pensar, mas se há espiritos, não morremos...e isto acalmava-me bastante...e assim se repetiu diversas vezes...
Agora acho que esqueci por muito tempo desse conhecimento que trazia...perdi-me entre a revolta, a raiva, a culpa...da infância...acabei com um peso enorme de defesas, resistência...acabei por não saber quem sou, mas a ter a grande convicção de que era algo que afinal não era. E agora ao tirar cada uma das camadas que supostamente me fazem o que sou...doi cada vez mais de tão agarradas que estão ao meu eu ilusório...e com tudo isto, descobri...
Que não sei o significado da verdadeira liberdade, porque procurava uma ilusória...
Que não sei sentir verdadeiramente os momentos de emoção, alegria, aventura, tristeza, carinho, amor...simplesmente porque tenho medo, da entrega e da decepção que acho vir logo a seguir...
Que não sei afinal o que sou...ou como o meu age...se é triste, se é alegre, se é forte, se é sensivel, se verdadeiro ou é falso...se quer proximidade ou quer distância... e se é tudo isto, qual a proporção de cada uma, forma a sua identidade...
São tantas as coisas que não sei fazer, não sei ser, não sei sentir....e tenho medo mesmo de não conseguir...
E agora?!?! como se sai desta confusão mental, desta dúvida emocional...como se limpa tudo para começar de novo...ás vezes penso, dava um jeito enorme nascer outra vez...mas já com toda esta consciência....

8 comentários:

Castelo de Asgard disse...

Olá :)! Se calhar estás com esperança de encontrar uma solução intrincada mas quer-me parecer que é simples. Se não sabes, descobres. Observa com calma e verás. Nunca te esqueças que o primeiro passo para qualquer aprendizagem é a condição de ignorância. Não faz mal não saber - muito mais perigosa é a ideia de que se sabe alguma coisa. E não tenhas medo, aproveita a viagem, a essência está no percurso que se faz e não no destino que se tem em vista.

Luz & Paz

Ariadne

Joana disse...

Amiga, estares conscientes que nada sabes é muito bom sinal. Mas não desesperes por nada saberes, até pq sem dares conta já te estás a descobrir ;)

Essencialma disse...

Castelo Asgard,
Muito obrigado...até isto de certa forma é uma novidade. Porque comentar era comigo, ficar susceptivel ao comentário dos outros, e mais aberta a essas palavras, é de facto uma nova aprendizagem!
Gostei muito do teu comentário...se calhar falta-te mesmo isso assimilar o conceito de que tenho estar num estado de ignorância para aprender e que n há mal nisso!

Obrigado pela luz e carinho...

Bem vindo aos comentários, volta mais vezes!

Luz para ti...

Essencialma disse...

Joana,
Obrigado amiga...
È uma grande aprendizagem, talvez a maior de sempre.

beijinhos

Marise Catrine disse...

Olá querida Essencialma,

Identifico-me bem com as tuas palavras. Desde cedo que me sinto diferente, inquieta, perdida... até que um dia alguém me disse que por vezes eu me sentia como um ET no meio dos outros. Bang! É verdade!
Decidi aceitar que sou diferente e que isso implica várias "lutas" diárias e constantes. Decidir que este caminho me há-de levar a algum lado e que esse será o melhor para mim. Mas mais importante, deixei de sentir embrarço em dizer que me sinto perdida tantas vezes. Porque hoje não sei quem sou nem para onde vou e amanhã encontro uma placa de direcção que me ajuda a subir mais um pouco.
;)

*****

Carlinha disse...

Dúvidas que nos assaltam com uma frequência que não desejariamos...

Dúvidas que não compreendemos, mas que nos acompanham sem pedir...

Que consciência já tens de ti, alma amiga...

Só quem melhor conhece de si, poderia dizer tão bem o que lhe vai na alma...

Quem melhor do que essa consciência, de ti e do mundo, poderia sentir tanto o que lhe vai cá dentro...

A vida é cheia destas interrogações que, no fim, nos fazem sempre crescer...

Agradece ao céu a dádiva dessas incertezas que habitam o teu dia, porque são elas que fazem a pessoa bonita que já és!

Beijo de LUZ,
;)

Essencialma disse...

Marise,
Muito obrigado pelo teu comentário! É parece que somos muitos a setirmo-nos diferentes...eu também desde sempre me senti diferente...mas tinha confiança em algo que achava que era...agora descontruir isso, essa defesas que acho que fui ganhando exactamente por ser diferente e sem me dar conta é que é bastante dificil...mas chegarei lá, ou pelo menos tentarei com toda a verdade possivel do meu ser!

Beijinhos grandes, alma amiga

Essencialma disse...

Carlinha,
Fico muito emocionada com o teu comentário, a sério...obrigado!
Estou nesta aprendizagem de sentir, sentir cada vez mais...e sentir o teu comentário foi muito bom!
Claro que agradeço ao céu...e muito...apesar da dor, eu sei, eu sinto a grande oportunidade que ele me está a dar...única...e para mim...

Beijinho grande para ti, e pelas tuas palavras tenho a certeza que tb és uma pessoa linda...em busca do verdadeiro caminho, como todos nós!

Muito Mais Luz para ti ;)