Pensamento do Dia...

"É legítimo querer que nos amem por quem somos … mas é nossa a responsabilidade de sermos quem somos…fielmente."

domingo, 22 de março de 2009

Perfeito

Esta para mim, é uma grande lição de vida. Não quero com ela ferir susceptibilidades, pois apesar de estar expressa por 'Deus' considerem-no qualquer Deus ou mesmo a energia universal (o universo).
Para mim, o mais importante a reter, é a espectacular capacidade de coordenação que este 'Deus' tem, e principalmente a necessidade de confiar neste plano superior já desenhado para nós, não esquecendo com isso que algumas coisas são mutáveis, devido ao nosso livre arbitrio...no entanto tudo o que tivermos de passar (trabalhar), de uma ou de outra maneira virá até nós.
E será principalmente nesses momentos dificeis que teremos de confiar, que esse é o plano para que mais tarde possamos colher os seus frutos, e perceber o porquê de as coisas serem desse modo.
Nos momentos mais dificeis, não esqueçam...caminhem com convicção, pois "Tudo o que Deus faz é perfeito".
"Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não acreditava na bondade de Deus. Tinha, porém, um súdito que sempre lhe lembrava dessa verdade. Em todas situações dizia:
' Meu Rei, não desanime, porque Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca erra!
'Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei. O súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua Majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita. O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter a sua vida salva pelos esforços de seu servo, perguntou a este:
'E agora, o que você me diz? Deus é bom?
Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu dedo.
.
'O servo respondeu:'- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem! Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca erra!!!
.
O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço. Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu ele ser atacado, desta vez por uma tribo de índios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziam sacrifícios humanos para os seus deuses.
Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de júbilo,o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estava diante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vítima, observou furioso:
- 'Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso! Falta-lhe um dedo! E o Rei foi libertado.
.
Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou o seu súdito e pediu que viesse à sua presença. Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:
'- Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar a saber que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho no meu coração uma grande dúvida: Se Deus é tão bom, porque permitiu que você fosse preso da maneira como foi? Logo você, que tanto o defendeu!?
.
'O servo sorriu e disse:'- Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar,pois não me falta dedo algum!"
.
Retirado da Internet

1 comentário:

Joana disse...

Amiga, é muito complicado confiar nos momentos difíceis que "Tudo o que Deus faz é perfeito". É mesmo muito complicado...