Pensamento do Dia...

"É legítimo querer que nos amem por quem somos … mas é nossa a responsabilidade de sermos quem somos…fielmente."

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Os dois lados do espelho...

Pelo que tenho visto em alguns blogs o ego anda a fazer das suas...e pensei acho que o meu também anda. Á muito tempo que não tinha determinados sentimentos, que acabam por consumir a minha energia, sim não chegam a atitudes...mas sim sentimentos que me deixam cansada, perante acções que os outros têm e que não consigam ignorar...não me deixam chateada como outrora, mas fico de rastos, como se toda a minha energia fosse embora...e não estou a saber lidar com isso, pois até com as coisas que não consigo fazer começo a stressar. É como se fosse uma bola de neve, e a percepção que tenho é que ao ficar vulnerável a essa situações, significou descer a minha energia ao nivel de uma densidade com que já não me identificava, e ao ficar assim voltei a estar vulnerável á minha própria falta de controle.
E acho isto tudo trabalho do ego, pois nem me estava a aperceber, e lá estava mais uma vez a focar fora, e a fugir a vivenciar essa impotência.
Mas já voltei á razão, e vou tentar perceber como vencer esta etapa...pois de certa forma o amor no peito que tenho sentido nos ultimos tempos, distraíu-me, e o ego estava de novo a iludir-me, a fazer querer que todos os dias podem ser assim.
Mas a verdade é que a dualidade é o mais importante, para sabermos vivenciar as emoções necessárias, e principalmente para melhor apreciarmos tudo o que de bom nos traz a vida.
.
"Que eu tenha...todo o entendimento para praticar o amor
que eu seja sereno e veja sempre o melhor desse mundo
que eu seja paciente ao ritmo do universo e compreensivo aos seus caprichos
que eu saiba quem sou e nunca me afaste da minha missão
que não me tentem o poder e a arrogância e se me tentarem que eu seja firme
que eu esteja em paz para não negar o meu sorriso
que eu tenha o entusiasmo apaixonado dos raros
que meus atos me tornem especial e único
que meu ofício me torne necessário
que minha alegria seja iluminada e sedutora
que meus sonhos encontrem sempre seguidores
que meu corpo seja um santuário para a vida que me habita
que eu tenha disciplina para purificar meu corpo e meus atos
que eu tenha disposição e profundidade para o amor
que a preguiça não me corrompa
que eu saiba atravessar ereto este mundo hostil
que a minha transparência seja entendida sem rancor, raiva, inveja ou desconfiança
que as dores que me causam sejam justificadas com a luz que me proporcionam
que deus me ilumine e que minha vida, a cada dia, valha a pena."
.
Alexandre O. Dahmer

3 comentários:

Joana disse...

Para mim vivênciar a impotência é o que mais custa.

Beijocas

Essencialma disse...

Pois para mim também é um dos mais pedaços do trabalho!

beijinho

Alexandre Dahmer disse...

Obrigado por citar meu texto.

Abraços!!

Adorei seu blog.

alexandre dahmer
www.alexandredahmer.blogspot.com